Check-list de 13 itens contra transtornos da chuva em condomínios

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Finalmente, chega a época das chuvas em Brasília! Já sabemos que o asfalto vira um sabão, mas providências também são necessárias nos condomínios.

Há quem tenha medo de chuva, talvez quase todo síndico teme este período. Dando uma pausa na famosa seca de Brasília, realmente, nesta época, o condomínio que não estiver devidamente prevenido pode sofrer inúmeros transtornos; na parte elétrica, estrutural, além de riscos de acidentes e demais problemas decorrentes da água.

Porém, basta saber o que deve ser conferido e quais medidas tomar, para evitar a grande maioria dos riscos que o condomínio está suscetível.

Para facilitar a vida do síndico, preparamos um check-list com 14 itens básicos, para conferência:

1 – O sistema de para-raios do condomínio

Item obrigatório, com inspeção exigida por lei, anualmente, por empresas especializadas ou profissionais gabaritados.

2 – Impermeabilização do telhado e coberturas

Verificando se há rachaduras, pontos com concentração de mofo ou avarias na parte superior do prédio.

3 – Sistemas de drenagem

Testando as bombas de sucção de água e outros recursos que o condomínio possua. É importante conferir, principalmente, as bombas localizadas nas garagens subterrâneas.

4 – Limpeza de calhas, rufos e ralos

Desobstruindo por completo os dutos.

5 – Desobstrução das bocas de lobo

Que normalmente ficam sujas com o passar dos dias.

6 – Conferência das fitas antiderrapante

Que evitam acidentes – principalmente nas rampas e  próximo as escadas e acessos de emergência. Na época de chuva o pisos ficam muito escorregadios.

7 – Sistema de iluminação de emergência

Pois nesta época é comum faltar energia. Se o condomínio tiver gerador de energia, também cabe uma revisão.

8 – Controle de pragas

A incidência de insetos, roedores e outros peçonhentos que querem se proteger da chuva aumenta, tendenciando o abrigo em condomínios.

9 – Treinamento para colaboradores do condomínio

Instruindo-os a identificar e isolar áreas molhadas, principalmente ambientes com goteiras. É prudente também orientá-los em caso de falta de energia.

10 – Instrução aos condôminos

Incentivando-os a consertar prontamente os vazamentos e quaisquer avarias que ocorram nas unidades. O manuseio do guarda-chuva ao entrar nas dependências do condomínio é outro ponto que pode ser abordado.

11 – Inspeção elétrica e de aterramento

Nas áreas comuns e nas dependências administrativas.

12 – Poda nas árvores

Principalmente nas que estiverem próximas as áreas de circulação e estacionamentos. Se estiverem em área pública, procure a administração regional e solicite providência.

13 – Impeça o uso de piscinas e áreas descobertas enquanto estiver chovendo

 

Fazendo a minuciosa conferência e tomando as devidas providências, as chances de transtornos em decorrência das chuvas em Brasília, ficam bem menores. As chuvas só devem parar em janeiro, logo, todas as providências devem ser tomadas rotineiramente até a volta da seca.

Dica especial: além de prevenir-se, a utilização da água pluvial é uma bela iniciativa ambiental que o condomínio pode adotar, usando a criatividade para captar água e utiliza-la adequadamente.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Síndico bom é síndico informado!

Cadastre-se para receber todas as matérias e atualizações do site, em primeira mão. É GRÁTIS
Suas informações são sigilosas, sem propagandas ou SPAM.

    Faça parte do projeto! 

    Síndicos de Brasília

    O portal para o condomínio ideal, com as principais ferramentas que um síndico precisa: informações relevantes e os melhores fornecedores do mercado.

    4 de dezembro de 2021 02:15

    Síndicos de Brasília é uma marca registrada com todos os direitos reservados.

    Versão 5.0. Criação e administração: Agência 3 LADOS